27 de junho de 2013

Primeiro ano do blog + um pedido de desculpas

Foto: weheartit

Olá!

Pessoal, tenho dois motivos muito especiais para estar aqui hoje, depois de ter sumido por tanto tempo e sem dar explicações. O primeiro é que hoje o Under my skin está completando seu primeiro aninho de vida *-* não podia deixar de compartilhar isso com todos vocês que desde o início, ou de uns tempos pra cá, têm acompanhado o blog! E o segundo motivo é um pedido de desculpas. Quero pedir perdão por ter sumido durante quase quatro meses, sem ao menos ter feito um post me explicando. 
Bom, já que eu estou aqui pra falar dessas duas coisas, resolvi compartilhar um pouquinho de como está sendo o meu ano para que vocês entendam os motivos do hiato.

Como eu já havia publicado mais cedo na fanpage do blog, o Under my skin me proporciona muitas alegrias desde que eu o criei. Isso aconteceu em janeiro de 2012, mas a primeira publicação foi no dia 27 de junho de 2012, quando eu finalmente me senti preparada para me abrir. A ideia do blog surgiu por dois motivos. O primeiro é porque eu AMO escrever; desde pequena escrevo poesias, músicas e textos e eu pretendia compartilhar aqui essas palavras que ficavam perdidas em folhas de papel. E o segundo motivo foi porque naquele momento eu estava passando por uma fase muito conturbada da minha vida e o blog nasceu justamente com um grande desabafo sobre isso, que foi o primeiro post que eu publiquei. A partir de então, eu passei a fazer posts sempre que eu podia, e fui me apaixonado pelo meu blog cada vez mais. Eu o vi crescer, vi algumas pessoas comentando os posts, e cada comentário era uma alegria imensa pra mim! Outras pessoas me mandavam mensagem por imbox dizendo que tinham amado o blog e que eu levava jeito pra coisa! Ouvi muitas vezes dizerem que eu escrevo muito bem, o que é uma verdadeira vitória pra mim, porque se tem algo que eu tenho certeza que eu faço bem, é escrever. E, sinceramente, eu amo muito o Under my skin! Ele é uma das poucas coisas que eu fiz, por mim mesma, e amei/amo verdadeiramente (não sou o maior exemplo de alta autoestima do mundo). 
Mas, em 2013 muita coisa mudou. Eu estou fazendo cursinho. E não desejo isso para pessoas que sejam super certinhas com os estudos como eu sou. É enlouquecedor, uma máquina de fazer loucos, se você tem um superego extremamente rígido que não te deixa fazer nada "errado". Por outro lado, tem sido ótimo, porque eu adoro aprender coisas novas e é um ambiente muito diferente e mais maduro daquele do Ensino Médio. Bom, o cursinho tem me consumido por inteiro desde o primeiro dia de aula. Eu pretendia continuar postando no blog sempre que possível, talvez duas vezes por mês, mas isso se tornou impossível. Porque além do cursinho (que é integral 4 vezes por semana), nos finais de semana eu tenho muitos compromissos na igreja, principalmente porque eu vou para a Jornada Mundial da Juventude Rio 2013. Eu tinha muitas ideias novas para o blog, mas que eu não pude concretizar. O resultado disso foi que, inevitavelmente, eu tive que entrar em hiato.

Esse ano precisei abrir mão de muitas coisas para correr atrás do meu grande sonho, e uma delas foi o blog. Não vou dizer que vou voltar durante as férias, porque não tenho certeza se poderei cumprir. Bom, mais uma vez, peço que me desculpem por isso e espero que entendam e que aguardem, porque no ano que vem, quando eu já estiver na USP cursando Editoração (se Deus quiser!), pretendo voltar com muuuuuitas novidades!

E quero aproveitar para agradecer, de coração, a todos vocês que me apoiam, que reconhecem meu trabalho, e que estão ajudando a divulgá-lo, seja boca-a-boca, seja através de um compartilhamento, seja por um comentário. Cada detalhe vale muito para mim! Muito obrigada, mesmo.

Um grande beijo!











4 de março de 2013

A Parisiense - Ines de la Fressange

A Parisiense foi escrito pela ex-modelo francesa, Ines de la Fressange, um verdadeiro ícone de estilo e beleza da França. O livro foi publicado no Brasil pela Editora Intrínseca, e é de longe um dos meus livros preferidos. Como eu já comentei antes, levo também em consideração a editoração de um livro para classificá-lo como um livro favorito. E A Parisiense, por ser um guia de estilo, recebeu uma editoração lindaperfeitamaravilhosa. Quando digo isso, quero me referir ao layout diferenciado, à disposição das ilustrações e imagens, aos pequenos detalhes que compõem a diagramação do livro. A capa é revestida do que eu acredito ser um couro sintético vermelho, o que eu achei simplesmente o máximo! As letras douradas do título são envernizadas e as fontes usadas interior e exteriormente são lindíssimas. E, como eu já disse, por dentro é tudo perfeito!




Este deve ser o livro de cabeceira de toda mulher que deseja buscar dicas, inspirações e referências para compor looks e criar seu próprio estilo. A mulher parisiense é ao mesmo tempo básica e elegante, o que contribui muito para agradar a diferentes tipos de mulheres.

Com muitas informações, Ines chega a revelar alguns de seus segredinhos da moda, compartilha suas experiências no mercado da moda e ensina como entender e reproduzir a elegância e praticidade das parisienses. 



O livro é dividido em quatro partes. Parte 1: vista-se como uma parisiense. Parte 2: A beleza em Paris. Parte 3: Chez Moi. Parte 4: A Paris de Ines.


Então, além de dicas de moda, Ines também dá dicas de beleza, maquiagem e cuidados com a pele, como decorar seu apartamento e as melhores lojas de decoração de Paris, receitas para um jantar perfeito, os melhores lugares para se conhecer em Paris: restaurantes, lojas, museus, teatros, hotéis e muito mais!



Minha nota: ♥ (5/5)

Onde comprar: Submarino / Saraiva / Cultura

Para saber mais sobre Ines de la Fressangetwitter / fan page

Perfeito esse livro, não é? O que acharam?

Quem quiser me acompanhar pelo skoob é só clicar aqui!

Beijinhos